mar
14
2020

Palestra: “Mulheres Escultoras”

publicado por: ( acontece amanhã ) - Atualizado: 05/03/2020 10:25

Informações do Evento

Data: sábado, 14 de março de 2020

Horário: A partir das 14:00

Local: Museu Felícia Leirner – Auditório Claudio Santoro

Endereço: Avenida Dr. Luis Arrobas Martins, 1880 , Alto da Boa Vista, 12460-000, Campos do Jordão, SP

Preço: inteira R$10,00 e meia R$5,00 (estudante e idoso) – política de gratuidade:  www.museufelicialeirner.org.br

A palestra “Mulheres Escultoras”, mediada pela curadora e crítica de arte Marcia Falsetti, estabelecerá um diálogo entre a produção de algumas artistas mulheres, iniciando por Camille Claudel, reconhecida por sua originalidade somente décadas após sua morte. Assim como Claudel deixou impressa sua marca na história da arte, artistas como Maria Bonomi, Maria Martins, Lygia Pape e Felícia Leirner também o fizeram! O tema abordado nesse encontro será, também, um tributo a todas as mulheres que buscam igualdade de gênero no universo das artes e em seus universos de atuação. Se você gosta de arte e quer conhecer essas grandes artistas e suas produções e legados, não perca essa oportunidade!

Marcia Falsetti é formada em Artes Plásticas – FATEA, Licenciatura Plena em Desenho – FATEA, Especialização em Educação – CURRÍCULO E PRÁTICA EDUCATIVA – PUC e Arte: Crítica e Curadoria – PUC. Graduação em Estética e História da Arte – FATEA.

Essa ação está vinculada a #5WomenArtist, da National Museum of Women in the Arts, a campanha destaca a vida e o trabalho de mulheres artistas, históricas e contemporâneas.

Local: Museu Felícia Leirner – Auditório Claudio Santoro (Av. Dr. Luis Arrobas Martins, 1.880 – Alto da Boa Vista – Campos do Jordão/SP)

Horário: sábado, das 14h às 17h.

Vagas: até 40 participantes

Informações: (12) 3662-6000

Classificação: 16 anos

Entrada: inteira R$10,00 e meia R$5,00 (estudante e idoso) – política de gratuidade:  www.museufelicialeirner.org.br

#SejaSolidário – O participante pode optar por contribuir com a doação de livros infanto-juvenis, que serão utilizados no projeto “A Cada Livro Perdido, um Leitor Encontrado”