publico-adwords publico-face

Campos do Jordão, 22 de setembro de 2017.

jun
19
2006

Campos do Jordão terá templo budista como nova atração turística

por: - Atualizado: 19/06/2006 09:24
A Prefeitura de Campos do Jordão negocia uma parceria com a iniciativa privada para viabilizar a instalação do primeiro templo budista da cidade. O objetivo da administração municipal é transformar o local em uma nova atração turística.

A Prefeitura de Campos do Jordão negocia uma parceria com a iniciativa privada para viabilizar a instalação do primeiro templo budista da cidade. O objetivo da administração municipal é transformar o local em uma nova atração turística.

As negociações para a construção do templo começaram em novembro do ano passado com representantes do lama tibetano Michel Rimpoche.

Inicialmente, a prefeitura pretendia ceder uma área de 20 mil metros quadrados, no bairro da Agua Branca, para instalação do centro bubista. Porém, no início deste mês um empresário simpatizante do budismo teria decidido doar um terreno para a obra.

“Caso a iniciativa privada ceda a área para implantação do projeto, caberá à prefeitura se dedicar à parte institucional, fomentando o turismo por meio de visitas ao templo”, disse o secretário de Meio Ambiente, Rodrigo Ismael.

Ele não revelou o nome do empresário que pretende doar a área nem a localização do terreno onde deverá ser construído o templo.

O coordenador do Centro Budista de Campos do Jordão Jampa Ling, Luís Fernando da Silva, também acredita que o templo será mais uma atração turística da cidade.

Segundo ele, o centro vai ser destinado a práticas de meditação e ensinamentos de filosofia budista.

Silva disse desconhecer o projeto de construção, que está sob a responsabilidade de um grupo budista de Milão, na Itália. “As novas alterações na proposta já foram levadas a Milão para a conclusão das negociações”, disse.