publico-adwords publico-face

Campos do Jordão, 27 de abril de 2017.

jan
23
2007

Campos negocia com Estado programa Escola da Família

por: - Atualizado: 23/01/2007 12:04
A Secretaria de Educação de Campos do Jordão negocia com o governo estadual assumir o programa ‘Escola da Família’ na escola estadual Theodoro Correa Cintra, na Vila Paulista. A unidade pode ter o projeto interrompido neste ano pelo Estado, que … Continua

A Secretaria de Educação de Campos do Jordão negocia com o governo estadual assumir o programa ‘Escola da Família’ na escola estadual Theodoro Correa Cintra, na Vila Paulista.

A unidade pode ter o projeto interrompido neste ano pelo Estado, que vai cortar mais de 50% das escolas do programa.

A proposta do ‘Escola da Família’ é abrir as unidades escolares nos finais de semana para a comunidade, com atividades de lazer, cultura, esportivas e educacionais.

Em Campos, a prefeitura adota o programa em 14 escolas municipais de educação fundamental, para um público de cerca de 10 mil alunos. As atividades nos finais de semana neste ano iniciaram em 13 de janeiro, quase um mês antes das aulas, que voltam a partir de 5 de fevereiro.

Segundo Mônica Rodrigues, secretária adjunta de Educação de Campos, o programa passou a ser adotado pelo município, que paga todas as despesas, a partir de 2005, quando seis escolas municipais foram contempladas.

No ano passado, o ‘Escola da Família’ foi adotado em dez unidades municipais, aumentando para 14 neste ano. Nestas unidades, trabalham cerca de 30 funcionários pagos pelo município e 50 universitários, que recebem uma ajuda de custo de R$ 300 através do Pages (Programa de Auxílio à Graduação Superior).

“A tendência é que o programa aumente, pois se trata de um projeto que envolve a comunidade com a escola e que foi adotado pela prefeitura”, disse.