publico-adwords publico-face

Campos do Jordão, 17 de novembro de 2017.

jul
19
2007

Campos recebe exposição de quadros Pós-Tropicalismo

por: - Atualizado: 19/07/2007 12:50
Sua crítica se esconde debaixo de curvas redondas, cores vibrantes e uma composição figurativa em telas médias e grandes. Seus quadros mostram o clichê Brasil, um país emergente com enormes conflitos sociais, onde a festa é um estado paradisíaco eterno e seus habitantes vivem como numa nuvem cor-de-rosa feita de carnaval, samba e praia.

Adriana WollA pintora Adriana Woll vem da Alemanha para um tour pelo Brasil e neste inverno passa por Campos do Jordão. Influenciada pelas vertentes do Expressionismo abstrato, suas obras expressam uma critica social, em releitura do movimento cultural Tropicalismo.

Com um estilo difícil de catalogar, o re-tropicalismo de Woll inicia 30 anos mais tarde e descreve as consequências de longo prazo desta brasilianização, sobre tudo seu contexto social.

Sua crítica se esconde debaixo de curvas redondas, cores vibrantes e uma composição figurativa em telas médias e grandes. Seus quadros mostram o clichê Brasil, um país emergente com enormes conflitos sociais, onde a festa é um estado paradisíaco eterno e seus habitantes vivem como numa nuvem cor-de-rosa feita de carnaval, samba e praia.

Os títulos aparentam conter uma contradição à obra, que o espectador tenta estabelecer. Somente através de um olhar profundo e querer ver da idéia intelectual, o tema cai na vista. São comuns em suas telas temas relacionados ao alcolismo, violencia doméstica, consciência ecologica, criticas à politicos brasileiros, falta de projetos sociais e desrespeito às pessoas.

Adriana pinta ainda um Mural no Espaço Cultural (cinema) na Vila Abernéssia, a obra será dada como presente à Campos do Jordão.

A exposição fica disponível até o dia 30 de julho no Museu da Imagem e do Som – Avenida Brigadeiro Jordão, 1236 Vila Abernéssia.

Mais informações
(12) 3664-3524
(12) 3664-2300.