publico-adwords publico-face

Campos do Jordão, 22 de junho de 2017.

dez
27
2007

Campos receberá escola pública de gastronomia em agosto

por: - Atualizado: 27/12/2007 18:40
O prefeito de Campos do Jordão João Paulo Ismael assinou um contrato com a Caixa Econômica Federal que prevê o repasse inicial de R$ 780 mil da União para a construção de uma escola técnica gratuita de gastronomia.

O prefeito de Campos do Jordão João Paulo Ismael assinou um contrato com a Caixa Econômica Federal que prevê o repasse inicial de R$ 780 mil da União para a construção de uma escola técnica gratuita de gastronomia.

A construção da unidade, por meio de uma parceria entre União e prefeitura, foi anunciada em julho pela ministra do Turismo, Marta Suplicy.

A construção do Centro de Treinamento Gastronômico deve começar em 120 dias. A escola será construída na avenida Januário Miráglia na antiga rodoviária da cidade, desativada desde janeiro do ano passado.

De acordo com a administração, a partir de agosto de 2008 a unidade será aberta e atenderá de 500 a 600 pessoas de baixa renda.

Ao todo, serão investidos R$ 1,8 milhão na unidade de educação –cerca de 25% serão custeados pela prefeitura.

O contrato assinado contempla a primeira etapa da construção do espaço que prevê a reforma e adequação do prédio e o aparelhamento de sete laboratórios. Essa etapa custará R$ 1,2 milhão.

“Essa escola será de grande interesse para a sociedade porque pessoas carentes vão fazer curso de gastronomia do parâmetro do Senac sem gastar, e ainda vai incrementar o turismo e aumentar as chances de emprego da nossa população”, afirmou o prefeito João Paulo Ismael.

Segundo ele, a unidade terá 1.000 metros quadrados de área construída e irá capacitar as pessoas para trabalhar com “alta gastronomia”.

A segunda fase da obra, que terá contrato assinado no próximo ano, prevê a aquisição de utensílios e a manutenção da escola durante um ano. Essa etapa terá custo de R$ 600 mil.

O anúncio da parceria foi feito em julho pela ministra do Turismo, Marta Suplicy, durante uma visita à cidade. À ocasião, Marta afirmou que o turismo é uma atividade que vem crescendo e fortalecendo a economia do país e Campos do Jordão conta com muitas pousadas e hotéis que são ‘potenciais empregadores’.

“O centro vai oferecer cursos de curta duração e de alta qualidade, vai atender famílias de baixa renda. Vamos valorizar muito a cultura e a gastronomia local, além dos produtos da alta gastronomia da região como truta e pinhão”, afirmou Sônia Beraldo, do Departamento de Planejamento da prefeitura.

“As turma será selecionada por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e assim que as obras estiverem adiantadas vamos abrir as inscrições”, disse.