publico-adwords publico-face

Campos do Jordão, 26 de julho de 2017.

set
15
2006

Centro Universitário Senac promove palestra sobre dependência química

por: - Atualizado: 15/09/2006 11:13
Baseado nessas questões que envolvem principalmente os jovens, o Centro Universitário Senac - Campus Campos do Jordão vai realizar no dia 19 de setembro, das 13h30 às 15h30 a palestra Dependência Química no teatro do Grande Hotel Senac.

Centro Universitário Senac promove palestra sobre dependência química

Evento gratuito permite que a comunidade discuta questões sobre drogas e bebidas alcoólicas

Baseado nessas questões que envolvem principalmente os jovens, o Centro Universitário Senac – Campus Campos do Jordão vai realizar no dia 19 de setembro, das 13h30 às 15h30a palestra Dependência Química no teatro do Grande Hotel Senac.

Convidado pelo campus, o palestrante Sérgio Luiz Teixeira Martins Peres, psicólogo especializado em psicanálise e dependência química, espera conscientizar os jovens sobre os riscos e danos causados pela dependência química em geral e também pretende expor as dificuldades que o dependente enfrenta quando em recuperação ao retomar o convívio social.

Quem se interessar em assistir à palestra gratuita poderá obter mais informações pelo telefone (12) 3668-3001, pelo site www.sp.senac.br ou na recepção do campus.

Informações sobre o assunto:

Existem hoje cerca de 25 milhões de dependentes químicos no mundo, segundo informações da Organização das Nações Unidas. Aproximadamente 200 milhões de pessoas, entre 15 e 64 anos, são usuárias ilícitas pelo menos uma vez por ano. Metade delas é usuária de drogas de forma regular, pelo menos uma vez por mês.

Esses números foram divulgados em junho pelo Relatório Mundial sobre Drogas 2006, elaborado anualmente pelo Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime (UNODC).

Recentemente, a nova Lei 11.343, que entrará em vigor no mês de outubro, colocou o Brasil em posição de destaque quanto à prevenção e à reinserção social do usuário e dependente de drogas. Mais incisiva, entretanto, endurece as penas pelo tráfico de entorpecentes no país.

A nova lei que institui o Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas (Sisnad) visa articular, integrar, organizar e coordenar as atividades de prevenção, tratamento e convívio social de usuários e dependentes de drogas, bem como as de repressão ao tráfico, estando alinhada à Política Nacional sobre Drogas.