publico-adwords publico-face

Campos do Jordão, 21 de outubro de 2017.

out
14
2005

DNA Brasil 2 discuti o futuro do País em Campos do Jordão

por: - Atualizado: 14/10/2005 11:25
“SOMOS OU ESTAMOS CORRUPTOS?” SERÁ TEMA DO DNA BRASIL² Cerca de 50 personalidades discutirão a corrupção em todos os níveis da sociedade; evento ocorre novamente em Campos do Jordão O Instituto DNA Brasil volta a reunir personalidades representativas das mais … Continua

“SOMOS OU ESTAMOS CORRUPTOS?” SERÁ TEMA DO DNA BRASIL²

Cerca de 50 personalidades discutirão a corrupção em todos os níveis da sociedade; evento ocorre novamente em Campos do Jordão

O Instituto DNA Brasil volta a reunir personalidades representativas das mais diversas áreas do conhecimento para discutir o futuro do Brasil. Entre os dias 27 e 29 de outubro, durante o DNA Brasil², os conselheiros e os convidados do Instituto ficarão reclusos no Grande Hotel de Campos do Jordão. Além das discussões sobre os trabalhos anuais de cada área de trabalho do Instituto (as unidades de reflexão), eles se debruçarão sobre um tema central: “Somos ou estamos corruptos?”.

“O DNA não quer falar de corrupção, e sim entendê-la, gerando assim instrumentos para um ataque massivo em suas causas”, explica Horacio Lafer Piva, presidente da diretoria executiva do Instituto DNA Brasil. Ele complementa: “O tema é complexo e instigante, razão pelo qual ancora o evento deste mês, dando consistência e densidade para o 2º encontro, amplamente apoiado por debatedores de grande qualidade, e que terão à disposição os trabalhos ocorridos durante o ano pelas unidades de reflexão, e o sentido de urgência apurado no DNA do Brasil Real de agosto passado”.

A idéia é debater a extensão da corrupção nas empresas privadas, no governo, nas instituições, na academia, na ciência, na igreja, no cotidiano, em casa, ou seja, em todos os locais e situações pelas quais passam os brasileiros. “Queremos discutir a antropologia da questão, do jeitinho, da flexibilidade, do pouco respeito às leis”, acrescenta Emerson Kapaz, membro do Comitê Idealizador e um dos mediadores dos debates. “Queremos saber se é um traço, um sinal temporário ou se podemos tirar uma lição de vida deste momento pelo qual passamos”.

Serão cerca de 50 personalidades, muitas das quais estiveram presentes no evento do ano passado e se tornaram conselheiros do Instituto, e mais cinco brasileiros comuns, do povo, que foram escolhidos no DNA do Brasil Real, em agosto último. Estes cinco brasileiros comuns, que vivenciam as situações do Brasil profundo, vão confrontar suas idéias com as opiniões e conceitos das personalidades acostumadas a discutir os problemas sob a ótica da reflexão.

Os debatedores também vão relembrar os temas abordados no DNA Brasil, refletir sobre a “Carta dos brasileiros aos brasileiros”, redigida no DNA do Brasil Real. Para tanto, eles se dividirão em seis plenárias, abertas a todos os interessados, e 12 salas temáticas a partir das unidades de reflexão:

· Consumo x Sustentabilidade x Lucro
Mediação: Helio Mattar

· Novo jeito de trabalhar
Mediação: Silvio Genesini e eugenio singer

· Exclusão Social
MEDIAÇÃO: João Pedro Stédile E HUGO MARQUES DA ROSA

· Nós e o mundo
Mediação: Jorge Forbes

· Longevidade / saúde
Mediação: isis lima soares

· Educar, para quê?
Mediação: Moyses Nussenzveig e fernando de almeida

· Brasil do “por fora”
Mediação: Emerson Kapaz

· Miséria x rIqueza
MEDIAÇÃO: Joaquim guedes

· Preservação ambiental e desenvolvimento
Mediação: Paulo Saldiva e eugenio singer

· PROPRIEDADE INTELECTUAL E COMPETITIVIDADE
Mediação: FERNANDO REINACH E GILSON SCHWARTZ

· Quem manda em nós?
Mediação: hugo marques da rosa e caio túlio costa

· Política para quê?
Mediação: Luiz Hafers

Destaques

O DNA Brasil² se iniciará com uma palestra do guru Henry Mintzberg, um dos autores mais criativos e polêmicos no campo da estratégia.

Durante o evento o Instituto publicará o Índice DNA Brasil, construído a partir de estudos do Núcleo de Estudos de Políticas Públicas (NEPP), da Unicamp, com a ajuda dos 50 participantes do evento em Campos do Jordão. O índice mede a evolução real da qualidade do País, unindo dados conhecidos, mas agrupados de forma inédita e abrangente num indicador considerado de quarta geração – bastante mais completo do que os índices tradicionais.

No sábado, dia que concentra a discussão sobre o tema central, corrupção, os participantes recebem para debater o assunto alguns convidados. Entre os confirmados estão a senadora Ideli Salvatti (PT-SC) e o deputado Eduardo Paes (PSDB-RJ).


Confira a agenda do DNA Brasil

Q U I N T A – F E I R A / 27 de outubro

19h: Conversa com Henry Mintzberg / Bar da Lareira

21h: Jantar de abertura / Restaurante Grande Hotel

S E X T A – F E I R A / 28 de outubro

8h30: Primeira Plenária

11h: Segunda Plenária. Apresentação do Índice DNA Brasil.

14h30 às 16h:

Consumo x Sustentabilidade x Lucro / Sala temática 1

Novo jeito de trabalhar / Sala temática 2

Exclusão Social / Sala temática 3

Nós e o mundo / Sala temática 4

Longevidade + Saúde / Sala temática 5

Educar para quê? / Salão da Plenária

16h30 às 18h:

Brasil do “por fora” / Sala temática 1

Miséria x Riqueza / Sala temática 2

Preservação ambiental e desenvolvimento / Sala temática 3

Propriedade Intelectual e Competitividade / Sala temática 4

Quem manda em nós? / Sala temática 5

Política para quê? / Salão da Plenária


21h30: Show de Laura Finocchiaro

S Á B A D O / 29 de outubro

8h30: Terceira Plenária / Bar da Lareira

10h30: Conversa com convidados especiais: Somos ou estamos corruptos?

14h30: Quarta Plenária / Salão da Plenária

16h30: Plenária Final / Salão da Plenária

21h30 Show de Guilhermo Santiago