publico-adwords publico-face

Campos do Jordão, 18 de janeiro de 2019.

jan
02
2019

Férias no Museu abre sua programação de Verão 2019

por: - Atualizado: 02/01/2019 17:28
O Museu Felícia Leirner e Auditório Claudio Santoro realizam no mês de janeiro mais uma edição das Férias no Museu, com uma programação que promete diversão a todas as famílias, com apresentações musicais, teatro, oficinas, visitas educativas e que trazem … Continua

O Museu Felícia Leirner e Auditório Claudio Santoro realizam no mês de janeiro mais uma edição das Férias no Museu, com uma programação que promete diversão a todas as famílias, com apresentações musicais, teatro, oficinas, visitas educativas e que trazem a importância da conservação e prevenção do patrimônios culturais.

A programação começa na quinta-feira, 03/01, com o Ensaio Aberto do Musical História de uma Alma – Santa Teresinha, que presta homenagem aos 90 anos da Paróquia que leva o nome da Santa. O espetáculo encena os momentos da ida da santa com bases nos escritos autobiográficos. O ensaio acontecerá das 14h Às 17h. No domingo, às 18h, acontece a apresentação do espetáculo, com texto, músicas e arranjos de Iago Nogueira.

Todas as sextas-feiras do mês de janeiro, das 16h às 17h, acontecem a apresentação do DJ Matt Sander que traz um repertório com mixagens de músicas clássicas com eletrônicas

No sábado dia 05/01, o público poderá participar da Oficina de Ibekana Sanguetsu, que será coordenada por Vera Trasi, que representa o Núcleo da Igreja Messiânica Mundial do Brasil em Campos do Jordão. O estilo Sanguetsu reverência a Grande Natureza, tendo como princípio básico a verdade, o  bem e o belo no intuito de contribuir para a formação das pessoas para um mundo melhor. O encontro acontece às 11h, com limite de 20 participantes.

Ainda nos sábado, às 15h, o Grupo de Luz de Belém, da cidade de São Bento do Sapucaí apresenta a Folia de Reis, que é organizada pelo Fábio Miguel além de moradores da cidade. A tradição desde 2015, ganham as ruas da cidade entre os dias 25 de dezembro a 06 de fevereiro, caminhando pelas ruas da cidade entoando ritos ao Menino Jesus, visitando os presépios, com suas músicas, cantos, danças. A Folia de reis, ou Reisado, é uma manifestação religiosa popular comemorada no dia de Santos Reis, 6 de janeiro, e representa a passagem dos Reis Magos Baltazar, Belchior e Gaspar, em visita ao Menino Jesus.

Logo mais às 20h, acontece a apresentação da Orquestra Sétima Trombeta, também conhecida como Orquestra AD Campos do Jordão, formado por integrantes da Igreja Evangélica Assembleia de Deus, sob a batuta do Pastor Hailton Duque do Nascimento. A orquestra com 50 anos, que antes era marcial foi iniciada pelo pastor Sizenando Martins e hoje tem a regência de Maestros Boaz Albrecht Urbano e Welinton Schimaland.

O domingo (06/01) começa com Ziriguidum na Folia que resgata as tradições da Folia de Reis, com presença de foliões, marungos, palhaços do Estado de São Paulo . O espetáculo de fé e cultura é apresentada por Lydia Hortélio, que celebra o nascimento do Menino Jesus,  com muita música, versos, brincadeiras e toda a essência de uma verdadeira folia. O grupo de Pindamonhangaba foi formado em junho de 2015, com a união das artistas e educadoras Fabiana Fonseca e Marília Maia, que já desenvolviam individualmente trabalhos ligados a Cultura da Infância e a Contação de Histórias com a finalidade de promover o desenvolvimento humano por meio da Arte, da Cultura e da Educação. Abre a roda que as histórias vão girar, o palhaço vai brincar e nosso corpo vai cirandar!. Esse momento cultural acontece a partir das 11h.

Logo mais às 14h, o público tem o Encontro de Curimbas e Tambores com conjuntos de músicos que tocam atabaques e agogôs, louvando ancestrais e suas divindades. A apresentação será realizada pelo Templo Escola de Umbanda Cabloco Flecha Dourada, de Campos do Jordão.

Mas a programação também conta com atividades já consagradas pelo Museu Felícia Leirner, como o Roteiro Cultural – Campos do Jordão, em parceria com a Casa da Xilogravura, que consiste em jogos, enigmas e brincadeiras que interligam as instituições e incentivam o público a conhecer esses dois importantes espaços culturais do município.

O equipamento cultural contará todos os dias deste mês d com a Visita Educativa, na qual educadores acompanharão os visitantes falando mais do Museu, o Auditório e seus homenageados de uma maneira lúdica em textos de cordéis e as majestosas araucárias que circundam o local. Que também resulta numa divertida atividade, a Ligue os Pontos: Meu Museu, Minhas Conexões, que através dos mapas, o visitante ao final do passeio, irá demarcar num painel quais as obras lhe agradaram.

Quem passar pelo museu também não pode deixar de conferir a Exposição Acessível Cultura Popular e Diversidade Corporal no Folclore, que visa sensibilizar e celebrar a cultura popular e o direito à diferença corporal e à diversidade humana, apresentando personagens típicos do folclore brasileiro que possuem algum tipo de deficiência física e histórias que aguçam a nossa sensorialidade. Recursos de acessibilidade buscam contemplar as diferenças e atender a todos os públicos com qualidade e autonomia. Venha compartilhar, se envolver e explorar a cultura do nosso país. A ação acontece em parceria com a Secretaria Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência. A Mostra ficará até dia 31 de janeiro.

SERVIÇO:

Museu Felícia Leirner/ Auditório Cláudio Santoro – Rua Luis Arrobas Martins, 1880 – Alto da Boa Vista.
Entrada: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia).
Informações: (12) 3662-6000.
Os visitantes poderão contribuir com a doação de livros que serão destinados a apoiar ações da Secretaria Municipal de Cultura. Os livros devem estar em bom estado de conservação