publico-adwords publico-face

Campos do Jordão, 10 de outubro de 2019.

jan
16
2019

Férias no Museu traz contação de história sobre Frida Kahlo

por: - Atualizado: 16/01/2019 14:14
A programação do terceiro fim de semana do Férias no Museu, que acontece no Museu Felícia Leirner e Auditório Claudio Santoro contará neste fim de semana com a Oficina Brincadeiras Cantadas de Cá e de Lá, com apresentação do Quinteto … Continua

A programação do terceiro fim de semana do Férias no Museu, que acontece no Museu Felícia Leirner e Auditório Claudio Santoro contará neste fim de semana com a Oficina Brincadeiras Cantadas de Cá e de Lá, com apresentação do Quinteto Aralume e com a contação de história sobre a artista mexicana, Frida Kahlo.

A programação do fim de semana conta com a Oficina Brincadeiras Cantadas de Cá e de Lá,que será ministrada pelo educador, professor, percussionista Moringa, que visa proporcionar um convívio ordenado em grupo, o respeito ao outro, a espera da vez e a aprendizagem de movimentos coordenados, relacionando gestos a música; explora a escuta, o canto e a expressão corporal e o desenvolvimento de noções de ritmo aos participantes. Moringa formado em licenciatura em música e pós-graduação na área de educação musical,, que tem como objetivo nessa oficina, preservar as canções tradicionais, orais e de raiz, buscando nossa identidade cultural. A atividade acontece em dois horários, às 10h e às 15h.

Logo mais, a noite de sábado (19/01) o palco do Auditório Claudio Santoro recebe o Quinteto Aralume, às 20h, que traz uma harmonia perfeita entre o erudito e popular em que reverberam os timbres da cultura popular na formação de um conjunto de música de câmara. O grupo foi formado em 2015 por Bruno Menegatti (rabeca), Enrique Menezes (flauta), Francisco Andrade (viola e violão), Ionan Daniel (violoncelo) e Thiago Moretti (violão), no intuito de realizar uma música instrumental brasileira em sintonia com a música armorial. Os ingressos custam R$ 10,00 (inteira) e R$5,00 (estudante, idoso e jordanense).

Fechando a agenda de atrações desta semana, o domingo (20/01) será a vez da Companhia do Núcleo, da cidade de São Paulo, traz de forma lúdica a história de vida da artista mexicana  Frida Kahlo e a sua importância para o feminismo e identidade de gênero.. A Companhia do Núcleo surge da união de duas companhias existentes há mais de oito anos na cidade de São Paulo, a Cínica Cia. de Teatro, que tem como um dos fundadores o ator e arte-educador André Medeiros Martins, e a Cia. Tricomática, criada pelo ator e músico Ronaldo Liano.

Mas a programação também acontece durante a semana com as oficinas Prevenção do Patrimônio, às terças feiras (08, 15, 22 e 29/01), às 10h 30 e às 13h 30, onde a visita monitorada por Pietra Cesário, responsável pelo cuidado diário com as obras do acervo, levam os participantes a descobrirem mais sobre as obras da escultora Felícia Leirner, além dos desafios enfrentados no dia a dia para mantê-las em perfeito estado de conservação.

Ainda nas terças feiras, acontece um divertido jogo do Tabuleiro da Felícia, onde os participantes participam dessa disputa em um percurso em tamanho real com perguntas, enigmas e desafios sobre a vida e obra da escultora Felícia Leirner. As atrações acontecem às 11h.

A diversão nas terças ainda reserva Moldando Expressões, às 16h, onde os visitantes inspirados pelo passeio entre as obras da Felícia Leirner são convidados a criarem suas próprias esculturas, expressando seus sentimentos e emoções.

As quartas feiras (09, 16,23 e 30/01),  a programação contempla o compositor, instrumentista que dá nome ao Auditório, Cláudio Santoro. Começando às 11h, com o Tabuleiro Cláudio Santoro, onde os participantes participam dessa disputa em um percurso em tamanho real com perguntas, enigmas e desafios sobre a vida e obra deste ilustre nome da música brasileira.

Logo mais, às 16h, os visitantes participam da atividade Descobrindo uma Orquestra, onde são convidados a desvendar e reconhecer os sons dos instrumentos que estão sendo tocados e que compõem uma orquestra, além de conhecer sobre quais elementos fundamentais para a composição de uma orquestra, seus mais variados sons e estilos musicais.

A quintas-feiras (10, 17, 24 e 31/01), a natureza que circunda os equipamentos culturais também ganham destaques, com o Tabuleiro Meio Ambiente, onde os visitantes são convidados a participar desse jogo em tamanho real, conhecendo mais sobre a fauna, flora que compõe esse cenário que se harmonizam arquitetura e  esculturas do século XX. A atividade acontece às 11h.

Já às 16h, os visitantes podem participar da Natureza Sensorial, na qual o público conhecerá mais o meio ambiente local, de uma maneira diferente: sensorial. Os educadores os levarão a um passeio pelo jardim do Museu Felícia Leirner, om estímulos sonoros, táteis e visuais levará o visitante a se surpreender e se sensibilizar com a natureza local.

E nas sextas feiras (11, 18, 2/01) Jogos de Mesas (damas, jogo da memória, quebra-cabeça, caça-palavras, labirinto ) estarão dispostos para os visitantes que desejarem conhecer mais sobre esse meio divertido de de competição e colaboração; além de desenhos para colorir ligados ao meio ambiente, música e artes visuais, principais temas do local. Essa atividade acontece às 11h.

Ainda nas sextas-feiras do mês de janeiro, das 16h às 17h, acontecem a apresentação do DJ Matt Sander que traz um repertório com mixagens de músicas clássicas com eletrônicas.

Quem passar pelo museu também não pode deixar de conferir a Exposição Acessível Cultura Popular e Diversidade Corporal no Folclore, que visa sensibilizar e celebrar a cultura popular e o direito à diferença corporal e à diversidade humana, apresentando personagens típicos do folclore brasileiro que possuem algum tipo de deficiência física e histórias que aguçam a nossa sensorialidade. Recursos de acessibilidade buscam contemplar as diferenças e atender a todos os públicos com qualidade e autonomia. Venha compartilhar, se envolver e explorar a cultura do nosso país. A ação acontece em parceria com a Secretaria Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência. A Mostra ficará até dia 31 de janeiro.

Mas a programação também conta com atividades já consagradas pelo Museu Felícia Leirner, como o Roteiro Cultural – Campos do Jordão, em parceria com a Casa da Xilogravura, que consiste em jogos, enigmas e brincadeiras que interligam as instituições e incentivam o público a conhecer esses dois importantes espaços culturais do município.

O equipamento cultural contará todos os dias deste mês d com a Visita Educativa, na qual educadores acompanharão os visitantes falando mais do Museu, o Auditório e seus homenageados de uma maneira lúdica em textos de cordéis e as majestosas araucárias que circundam o local. Que também resulta numa divertida atividade, a Ligue os Pontos: Meu Museu, Minhas Conexões, que através dos mapas, o visitante ao final do passeio, irá demarcar num painel quais as obras lhe agradaram.

Serviço:

Museu Felícia Leirner/ Auditório Cláudio Santoro – Rua Luis Arrobas Martins, 1880 – Alto da Boa Vista.
Entrada:
R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia).
Informações: (12) 3662-6000.
Os visitantes poderão contribuir com a doação de livros que serão destinados a apoiar ações da Secretaria Municipal de Cultura. Os livros devem estar em bom estado de conservação