publico-adwords publico-face

Campos do Jordão, 19 de novembro de 2017.

out
23
2009

Festival de Inverno de Campos do Jordão terá mudanças em 2010

por: - Atualizado: 23/10/2009 13:47
Maestro Roberto Minczuk deixa a Direção Artistica do Festival de Inverno em 2010 e será homenageado na próxima edição. OSESP passará a ser orquestra residente do Festival.

Maestro Roberto MinczukEntre as principais mudanças do maior Festival de música clássica da América latina, que acontece no inverno de Campos do Jordão, está a saída do Maestro Roberto Minczuk, que durante seis anos esteve a frente da direção artística do Festival.

Outra novidade é que a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP) passará a ser a orquestra residente do evento, que se estenderá por mais uma semana, segundo a organização do evento.

Estas modificações foram divulgadas pela Secretaria de Estado da Cultura e a Tom Jobim – Escola de Música do Estado de São Paulo (Tom Jobim – EMESP). Segundo a organização, o Maestro Minczuk participará do Festival Internacional como artista convidado e será ainda homenageado durante o concerto no dia 9 de julho, retornando ao Brasil especialmente para reger a orquestra nesta data.

O Maestro receberá ainda um tributo no lançamento de uma série de CDs gravados pela Orquestra Acadêmica do Festival entre 2007 e 2009, período em que esteve sob sua regência.

Nesta nova fase do Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão, os conjuntos de câmara formados por músicos da Osesp terão espaço na programação e a direção artística do Festival ficará a cargo da EMESP.

Em sua trajetória a frente do Festival, Minczuk incrementou a programação artística levando grandes nomes nacionais e internacionais ao evento musical, com apresentações e também em masterclasses, onde os bolsistas tiveram oportunidades de aprender com músicos de renome internacional.

Minczuk considerou sua passagem pelo Festival o maior evento de sua trajetória como músico. “A direção do Festival abriu portas e infundiu a ideia de que a carreira artística era a que eu almejava. De alguma forma, nestes seis anos eu me senti retribuindo por aquilo que recebi no passado. Tenho agora outras missões a cumprir e sei que a trajetória do Festival continuará ascendente e coberta de êxito”. Completou o Maestro.

O Maestro deverá em 2010 se dedicar à OSB, Orquestra Sinfônica Brasileira, que comemora 70 anos. No Canadá Minczuk renovou contrato com a Filarmônica de Calgary, com quem irá gravar as nove sinfonias de Beethoven.

Na foto Maestro Roberto Minczuk aparece em sua última apresentação a frente da Orquestra Acadêmica do Festival de Inverno em Campos do Jordão.

Foto: Cristiano Tomaz