publico-adwords publico-face

Campos do Jordão, 18 de agosto de 2017.

jul
06
2006

Festival de Inverno, veja a programação da última semana

por: - Atualizado: 06/07/2006 11:23
Começa neste sábado 8 de julho, o 37º Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão, até 30 de julho em seis espaços diferentes: Auditório Cláudio Santoro, Praça Capivari (grátis), Palácio Boa Vista, Igreja Santa Terezinha (grátis), Igreja São Benedito (grátis) e Espaço cultural Cinema Dr. Além.

Começou sábado, 8 de julho, o 37º Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão, e vai até 30 de julho em seislocais diferentes: Auditório Cláudio Santoro, Praça Capivari (grátis), Palácio Boa Vista, Igreja Santa Terezinha (grátis), Igreja São Benedito (grátis) e Espaço cultural Cinema Dr. Além.

Considerado o maior evento de música clássica da América Latina, o Festival comemora 250 anos de nascimento do Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) e tem direção artística do maestro Roberto Minczuk pelo terceiro ano consecutivo

Entre os destaques, estão expoentes da música de câmara internacional –as cordas do Quarteto Borodin, os metais do German Brass e os sopros do Quinteto da Filarmônica de Berlim, tida como a melhor orquestra do mundo– e grandes nomes brasileiros, como Nelson Freire (que repetirá com a OSB, o programa que apresentou em seu concerto de estréia com a mesma orquestra há 50 anos), Antônio Meneses, Jean-Louis Steuerman, Alex Klein, Orquestra Acadêmica, OSB, OSESP e o compositor residente Edino Krieger, um dos mais aclamados maestros e autores eruditos do país.

Haverá também aulas e Masterclasses ministradas por músicos de formações e instituições de renome mundial, como Academia Herbert von Karajan, Conservatório Superior Nacional de Paris, Conservatório Real de Bruxelas, New England Conservatory de Boston, Escola Superior de Munique, Alla Scala de Milão, Ópera de Hamburgo, Ópera de Stuttgart, Sinfônicas de Chicago e de Toronto e das Filarmônicas de Berlim, Milão, Los Angeles e Buffalo.

Com preços entre R$ 10,00 e R$ 80,00, os bilhetes poderão ser adquiridos nos seguintes locais:

Sala São Paulo – Praça Júlio Prestes, s/n. Tel.: (11) 3337.5414. Horário da bilheteria: de segunda a sexta, das 10h às 18h, sábados, das 10h às 16h.

Auditório Cláudio Santoro – Campos do Jordão: Av. Dr. Luís Arrobas Martins, 1880, Alto da Boa Vista. Tel.: (12) 3662 2334. Horário da bilheteria: todos os dias das 12 às 21h.

Loja do Festival (a partir de 1º. de julho) – Campos do Jordão: Praça São Benedito, 190. Capivari. Horário da bilheteria: das 10h às 19h.

Vendas por telefone e Internet: Ticketmaster – em São Paulo, (11) 6846.6000; de outras localidades, 0300 789.6846. http://www.ticketmaster.com.br/

Em todos os pontos de vendas e pelo telefone, aceitam-se dinheiro; cartões de crédito Visa, Mastercard, Redecard e Diners; cartões de débito Visa Electrom e Rede Shop. Pela Internet, apenas os cartões de crédito.

Veja a programação para esta semana:

Dia 24, Segunda, 21h

Auditório Claudio Santoro

Música de Câmara – Artistas do Festival

Edino Krieger (1928) Embalos para quinteto de Sopros

I – Balanço e breque

II – Ser ou não seresta

III – Choro canônico

Maria Pia Rodrigues Quesada, flauta

Alexandre Pereira da Silva, clarinete

Gisele Guimarães Sales, oboé

Ester Carolina Muniz, fagote

José Antonio Cruz, trompa

Radamés Gnattali (1906-1988) Quarteto Nº 2 para Violino, Viola, Violoncelo e Piano

I – Allegro

Diego de Melo Machado, violino

Erica Elis Grangeiro, viola

Richard Octaviano Kogima, piano

Cristians Daniel Guandique Quesada,

violoncelo

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) Quarteto com Piano em sol menor K. 478

I – Allegro

Ingrid Sollano, violino

Luis Fernando Borten, viola

Yenifer Perozo, violoncelo

Allan Duarte Manhas, piano

Igor Stravinsky (1882-1971) A História do Soldado (arr. Stravinsky)

I – Marcha do soldado

II – O violino do soldado

III – Pequeno concerto

IV – Tango – Valsa – Ragtime

V – Dança do diabo

Rodrigo Monteiro Braga, violino

Thiago Ancelmo de Souza, clarinete

Rogério de Carvalho Viana, piano

Intervalo

Dmitri Shostakovich (1906-1975) Octeto Op. 11

I – Prelúdio

II – Scherzo

Luciano Pontes, violinos

Cleber Olivares, violinos

Mauro Leonardo Asis, violinos

Priscila Plata Rato, violinos

Billy Geier, violas

Gustavo Raspo, violas

Giovanna Laura Cruz Pífano, violoncelos

Américo Martins, violoncelos

Bohuslav Martinu (1890-1959) Noneto (1959)

I – Poco Allegro

II – Andante

III – Allegretto

Mauro Loguercio, violino

Francisco Éderson Fernandes Pereira, viola

Günter Klaus, contrabaixo

Renato Axelrud, flauta

Alexandre Bocalari, oboé

Jonathan Cohler, clarinete

Fábio Cury, fagote

Jean-Pierre Berry, trompa

Dia 25, Terça, 21h

Auditório Claudio Santoro

Música de Câmara – Artistas do Festival

Iannis Xenakis (1922) Pleiades-Peaux

Leonardo J. M. Madariaga, percussão

Herivelto Brandino, percussão

Pierro Alves Guimaraes, percussão

Leonardo Gorosito, percussão

Saya Namikawa, percussão

Nicholas Gleason, percussão

Belá Bartók (1881-1945) Contrastes para Violino, Clarinete e Piano, BB 116

I – (Verbunkos) Moderato, ben ritmato

II – (Pinheno) Lento

III – (Sebes) Allegro vivace

Daniel Guedes, violino

Cristiano Alves, clarinete

Richard Bishop, piano

Intervalo

Mikhail Glinka (1804-1857) Grosses Sextett

I – Allegro

Juan Maria Braceras, violino

Sabrina Matheus, violino

Patrícia de Lima, viola

Frank Moral, violoncelo

Carlos Eduardo Gomes, contrabaixo

Maria Pilar Pena Queralt, piano

Sergei Prokofiev (1891-1953) Quinteto em sol menor, Op. 39

I – Allegro non troppo

II – Adagio – andante – tempo 1

III – Maestoso e largamente, am non troppo lento – presto

Daniel Guedes, violino

Emerson de Biaggi, viola

Pedro Gadelha, contrabaixo

Washington Barella, oboé

Cristiano Alves, clarinete

Dia 26, Quarta, 19h

Praça Capivari

Rosana Lamosa, soprano

Fernando Portari, tenor

Ricardo Ballestero, piano

Sergei Rachmaninov (1873-1943) Canções

Zdiés’ kharachó (Aqui tudo é bom)

V maltchánii nótchi táinoi (No silêncio da noite)

U maeivó okná (Junto à minha janela)

Nié pói, krasávitsa! (Não cantes, beldade !)

Viésiénnie vódy (Águas primaveris)

Cole Porter (1891-1964) Canções

Night and Day

Easy to Love

I’ve Got You Under My Skin

Lorenz Hart (1895-1942)

Richard Rodgers (1902-1979) With a Song in my Heart

Leonard Bernstein (1918-1990) West Side Story

Maria

Somewhere

Tonight

Ira Gershwin (1896-1983)

George Gershwin (1898-1937) Canções

Love Walked In

Embraceable You

The Man I love

Let’s Call the Whole Thing Off

I’ve Got a Crush on You

Someone to Watch Over Me

S’Wonderful

Love is Here to Stay

Summertime

I Got Rhythm

Dia 26, Quarta, 21h

Auditório Claudio Santoro

Quarteto Borodin

Alexander Borodin (1833-1887) Quarteto Nº 2 em Ré maior

I – Allegro moderato

II – Scherzo. Allegro

III – Notturno. Andante

IV – Finale. Andante – Vivace

Igor Stravinsky (1882-1971) Três peças

Intervalo

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) Quarteto em Mi bemol maior K. 428

I – Allegro non troppo

II – Andante con moto

III – Menuetto – Trio

IV – Allegro vivace

Dia 27, Quinta, 21h

Auditório Claudio Santoro

Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo

Jamil Maluf, regente

François-Frédéric Guy, piano

Modest Mussorgsky (1839-1881) Uma Noite no Monte Calvo

Aleksandr Scriabin (1872-1915) Concerto em fá sustenido menor, Op. 20

I – Allegro

II – Andante

III – Allegro moderato

Intervalo

Igor Stravinsky (1882-1971) Petruchka

I – Festa popular da semana de carnaval

II – No quarto de Petruchka

III – Na casa do mouro

IV – Festa popular e morte de Petruchka

28, Sexta, 18h

Palácio Boa Vista

Ricardo Kanji, flauta

Rosana Lanzelotte, pianoforte

Sigismund Neukomm (1778-1858) Duo para Flauta e Pianoforte (RJ, 23 de fevereiro de 1820)

I – Andante

II – Allegro agitato

III – Adagio

IV – Allegretto

Sigismund Neukomm (1778-1858) Fantasia dedicada a seu amigo Dussek, para Pianoforte e Flauta (São Petersburgo, 11 de julho de 1805)

I – Largo

II – Andante con moto

III – Allegro assai

Sigismund Neukomm (1778-1858) Fantasia Concertante, para Flauta e Pianoforte (S. N. 1705)

I – Adagio

II – Allegro

Sigismund Neukomm (1778-1858) L’Amoureux (RJ,12 de abril de 1819), Fantasia para Pianoforte e Flauta

I – Andante

II – Andantino grazioso

III – Allegro

Dia 28, Sexta, 18h

Palácio Boa Vista

Ricardo Kanji, flauta

Rosana Lanzelotte, pianoforte

Sigismund Neukomm (1778-1858) Duo para Flauta e Pianoforte (RJ, 23 de fevereiro de 1820)

I – Andante

II – Allegro agitato

III – Adagio

IV – Allegretto

Sigismund Neukomm (1778-1858) Fantasia dedicada a seu amigo Dussek, para Pianoforte e Flauta (São Petersburgo, 11 de julho de 1805)

I – Largo

II – Andante con moto

III – Allegro assai

Sigismund Neukomm (1778-1858) Fantasia Concertante, para Flauta e Pianoforte (S. N. 1705)

I – Adagio

II – Allegro

Sigismund Neukomm (1778-1858) L’Amoureux (RJ,12 de abril de 1819), Fantasia para Pianoforte e Flauta

I – Andante

II – Andantino grazioso

III – Allegro

Dia 28, Sexta, 21h

Auditório Claudio Santoro

Orquestra Acadêmica

Roberto Minczuk, regente

Edino Krieger (1928) Ritmetrias – Variações rítmicas sobre um metro contínuo (Estréia mundial)

Igor Stravinsky (1882-1971) O Pássaro de Fogo – versão de 1919

I – O Pássaro de fogo e sua dança; variação do Pássaro de fogo

II – Ronda das princesas

III – Dança infernal de Kastchei

IV – Berceuse

V – Final

Intervalo

Piotr Ilich Tchaikovsky (1840-1893) Sinfonia Nº 4 em fá menor, Op. 36

I – Andante sostenuto

II – Andantino in modo canzona

III – Scherzo – allegro

IV – Allegro con fuoco

Sexta-Feira, 28 de Julho, Meia-noite
Cinema Espaço Cultural Dr. Além

Amadeus

Filme de Milos Forman

Na Viena de 1781, o músico da corte austríaca, Antonio Salieri (Abraham) fica enlouquecido pela inveja ao constatar que o jovem e obsceno Mozart (Tom Hulce) foi agraciado com o dom da divina música. A única maneira de ter paz é destruir o jovem Wolfgang Amadeus Mozart, sejam quais forem os meios necessários.

Dia 29, Sábado, 12h30

Praça Capivari

Orquestra Acadêmica

Alunos da Classe de Regência do Festival

Igor Stravinsky (1882-1971) O Pássaro de Fogo – versão de 1919

I – O Pássaro de fogo e sua dança; variação do Pássaro de Fogo

II – Ronda das princesas

III – Dança infernal de Kastchei

IV – Berceuse

V – Final

Piotr Ilich Tchaikovsky (1840-1893) Sinfonia Nº 4 em fá menor, Op. 36

I – Andante sostenuto

II – Andantino in modo canzona

III – Scherzo – allegro

IV – Allegro con fuoco

Dia 29, Sábado, 15h

Igreja São Benedito

Recital da Classe de Canto

Esse repertório será montado durante as classes de canto.

O programa completo será anunciado no dia do recital.

Dia 29, Sábado, 16h30

Palácio Boa Vista

Quarteto Borodin

Jean-Louis Steuerman, piano

Nikolay Yakovlevich Myaskovsky (1881-1950) Quarteto Nº 13 em lá menor

I – Moderato

II – Presto fantástico

III – Andante con moto e molto cantabile

IV – Molto vivo, energico

Dmitri Shostakovich (1906-1975) Quarteto Nº 11

I – Introduction: Andantino

II – Scherzo: Allegretto

III – Recitative: Adagio

IV – Etude: Allegro

V – Humoresque: Adagio

VI – Elegy: Adagio

VII – Finale: Moderato

Intervalo

Robert Schumann (1810-1856) Quinteto para Piano em Mi bemol maior

Op. 44

I – Allegro brillante

II – In modo d’una marcia. Un poco largamente

III – Scherzo: Molto Vivace

IV – Finale: allegro ma non troppo

Dia 29, Sábado, 21h

Auditório Claudio Santoro

Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo

John Neschling, regente

Jessica Dalsant, flauta

Coro da Osesp

Naomi Munakata, regente

Gilberto Mendes (1922) Alegres Trópicos – Um Baile na Mata Atlântica

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) Concerto Nº 2 em Ré maior KV 314

I – Allegro aperto

II – Andante ma non troppo

III – Allegro

Intervalo

Silvestre Revuletas (1899-1940) Sensemayá

Heitor Villa-Lobos (1887-1959) Bachianas brasileiras Nº 4

I – Prelúdio (Introdução)

II – Coral (Canto do Sertão)

III – Ária (Cantiga)

IV – Dança (Miudinho)

Domingo, 30 de Julho, 21h

Cinema Espaço Cultural Dr. Além

O Encouraçado Potemkin

Filme de Serguei Eisenstein

Em 1905, na Rússia czarista, aconteceu um levante que pressagiou a Revolução de 1917. Tudo começou no navio de guerra Potemkin quando os marinheiros estavam cansados de serem maltratados, sendo que até carne estragada lhes era dada com o médico de bordo insistindo que ela era perfeitamente comestível. Alguns marinheiros se recusam em comer esta carne, então os oficiais do navio ordenam a execução deles. A tensão aumenta e, gradativamente, a situação sai cada vez mais do controle. Logo depois dos gatilhos serem apertados Vakulinchuk, um marinheiro, grita para os soldados e pede para eles pensarem e decidirem se estão com os oficiais ou com os marinheiros. Os soldados hesitam e então abaixam suas armas. Louco de ódio, um oficial tenta agarrar um dos rifles e provoca uma revolta no navio, na qual o marinheiro é morto. Mas isto seria apenas o início de uma grande tragédia.