publico-adwords publico-face

Campos do Jordão, 27 de março de 2017.

jul
15
2010

Fim de Semana tem Atrações Internacionais Gratuitas no Festival de Inverno

por: - Atualizado: 15/07/2010 19:42
A pianista Maria João Pires se apresenta com a Osesp, sob regência do maestro Frank Shipway, na Praça do Capivari

Atração na Praça em Campos do JordãoO próximo fim de semana em Campos do Jordão dará ao público a oportunidade de usufruir, gratuitamente, de uma programação de excelência internacional cujo ponto alto é o concerto da Osesp em companhia da pianista Maria João Pires, dia 18 (domingo), na Praça do Capivari.

Na sexta-feira, dia 16, o conjunto de câmara italiano La Gaia Scienza é a atração da capela do Palácio Boa Vista. À noite, no Auditório, Albrecht Mayer, o primeiro oboé da melhor orquestra do mundo, a Filarmônica de Berlim, se reúne com professores e bolsistas do Festival para um concerto de câmara.
 
No sábado, passam pela Praça do Capivari, a Orquestra Jovem Tom Jobim, com seu repertório popular regido pelo maestro Roberto Sion, às 12h30, e a Orquestra Sinfônica de Santo André, executando Beethoven e Wagner, sob a regência do maestro Carlos Moreno, às 16h. Na capela do Palácio, música de câmara, às 17h; no Auditório, Maria João dá asas ao Concerto para piano N.4, de Beethoven, junto com a Osesp, regida pelo britânico Frank Shipway, que realiza a Sinfonia Alpina, de Strauss.

O domingo começa com a apresentação dos alunos de composição do Festival, sob a regência de Roberto Victorio. O concerto acontece no Auditório, às 11h, com a participação da flautista Cássia Carrascoza e da pianista Lídia Bazarian, e é gratuito. Em seguida, a Osesp encanta o público presente na Praça do Capivari, que ainda tem a oportunidade de ver o Coral da Osesp, na Igreja Santa Terezinha, às 15h30, e a Orquestra  Sinfônica Juvenil da Bahia, em mais um concerto gratuito no Auditório.

Durante a semana, música de câmara no período vespertino, diariamente nas igrejas, e um convidado especial: o virtuose Gilles Apap, um violinista irreverente, que destoa dos padrões eruditos no visual, no comportamento e nas leituras inusitadas que faz do repertório clássico, e já é considerado um dos maiores violinistas do século XXI.

Com um repertório que trafega por Bach, Mozart, Vivaldi, country, folk, blues, música cigana e outras vertentes da música tradicional. o violinista se apresenta em duo com a parceira Myriam Lafar, dia 19 (segunda-feira) na Sala São Paulo e no dia seguinte, em Campos, e como solista ao lado da Osesp, dias 21 e 22 (quarta e quinta-feira), no Auditório Cláudio Santoro.

A semana traz ainda um duo de música contemporânea entre o pianista brasileiro radicado em Colônia, Paulo Alvares, e o percussionista brasileiro residente em Nova Iorque, Eduardo Leandro, dia 19 (domingo), em Campos, e dia 21 (quarta), na Sala São Paulo.