publico-adwords publico-face

Campos do Jordão, 19 de janeiro de 2017.

set
23
2009

Grupo de Percussão e Dança Batuntã se apresenta domingo na Praça

por: - Atualizado: 23/09/2009 17:04
Praça de Vila Capivari recebe neste domingo às 14h30 espetáculo de Percussão e Dança com o Grupo Batuntã.
Grupo de percussão e dança Batuntã

O grupo de percussão e dança Batuntã se apresentará em Campos do Jordão neste domingo, dia 27 de setembro.

Parte integrante do Circuito Cultural Paulista 2009 o espetáculo “Arrastão Musical” acontecerá de forma gratuita na Concha Acústica da Praça São Benedito em Vila Capivari às 14h30.

Este é o primeiro ano que Campos do Jordão recebe o Circuito Cultural Paulista, e o mesmo só foi possível devido a uma parceria entre as Secretarias Municipal e Estadual de Cultura. Originalmente, o Circuito Cultural Paulista atende somente a municípios com mais de 100 mil habitantes.

Formado em 1999, o grupo Batuntã trabalha com criações musicais próprias e releituras de ritmos já existentes – da tradição popular brasileira à música contemporânea – criando com essa mistura uma musicalidade característica, tendo o som de seus tambores como fio condutor. O Batuntã integra expressão corporal e cênica ao trabalho musical, fundindo percussão, canto e dança à sua proposta artística de manipulação do espaço e interatividade com o público.

Dentre os ritmos trabalhados, estão presentes maracatus, baião, samba-reggae, samba-de-roda, coco, caboclinho, maculelê, afoxé, ritmos africanos, funk, drum’n bass e techno. As apresentações do Batuntã expressam essa variedade cultural também nos instrumentos tocados: alfaias, agbês e gonguê; surdos, repiniques e tamborins; djembês e dununs; caracaxás e preacas; caixa, timbal, ganzás, agogô, entre outros.

Essa multiplicidade de influências é enriquecida pelo contato direto dos integrantes do grupo com festas e manifestações tradicionais da cultura popular pernambucana. Através de viagens para Pernambuco, os músicos e dançarinos do Batuntã puderam conhecer grupos tradicionais e visitar suas sedes, ensaios e apresentações, estabelecendo uma relação próxima com artistas locais. Esse contato é mantido pelo grupo através de participações em aulas e oficinas oferecidas por mestres e figuras atuantes nesse meio.