publico-adwords publico-face

Campos do Jordão, 15 de dezembro de 2017.

jul
27
2017

Jazz é tema da programação de inverno do Cineclube

por: - Atualizado: 27/07/2017 13:10

Nesta semana o Cineclube Araucária traz para o Espaço Cultural Dr. Além, em Campos do Jordão a sua programação do mês de julho intitulada “Cinema Made of Jazz” que homenageia um dos ritmos que agitaram o cenário musical norte-americano no século XX.

Na edição, que vai de 27 a 30 de julho, o público poderá contemplar os filmes “Whiplash – em busca da perfeição” (2014), “Por Volta da Meia-Noite” (1986), “Chicago” (2002), “O Ocaso de uma estrela” (1972), “Paris Vive à Meia-Noite” (1961), “All That Jazz – O Show Deve Continuar” (1979) e “Bird“ (1972), além da sessão infantil de domingo com Sing – Quem canta seus males espanta.

A programação terá duas sessões diárias, uma às 15h e a segunda às 19h 30, com entrada franca.

Cinema Made of Jazz é uma realização do Cineclube Araucária com apoio da Prefeitura de Campos do Jordão, Natureza Maluca, Arco-Iris Papelaria e do Campos do Jordão Convention & Visitors Bureau.

Espaço Cultural Dr. Além fica na Av. Frei Orestes Girardi, 1582 – Abernéssia.

Informações pelo telefone (12) 3664-2300.

Confira a programação:

27/07 – 15h – Whiplash – em busca da perfeição (EUA, 2014 -102 min)
O sonho de ser seu nome marcado na história da música americana, como fez ídolo Buddy Rich, leva o jovem baterista Andrew a chamar a atenção do reverenciado mestre do jazz, Terence Fletcher que o leva ao Conservatório de Shaffer, a melhor escola de música do país. No entanto o convívio conturbado, com meu maestro, faz com que Andrew fique obcecado para atingir um nível ainda maior como músico, colocando em risco o seu namoro, sua saúde física e mental. O filme tem no elenco Miles Teller, J.K. Simmons, Paul Reiser sob a direção de Damien Chazelle. Classificação 12 anos.

27/07 – 19h 30 – Por Volta da Meia-Noite – (França/ Estados Unidos, 1986 – 130 min)
O filme que faz uma homenagem ao Bebop – uma das vertentes do jazz surgida após a Segunda Guerra Mundial, que contaram com a força afro norte-americana expatriada, que criaram e consagraram este estilo. Traz como cenário de fundo a Paris de 1959, onde um músico veterano tira um som do seu sax tenor em uma Blue Note, enquanto uma jovem do lado de fora acompanha com seu canto, dessa coincidência surge uma amizade que renderá muitos acordes, até o fim da carreira do músico. O filme que ganhou o Oscar de melhor trilha sonora, sob direção de Bertrand Travernier e elenco de Dexter Gardon, Francois Cluzet, Gabrielle Haker, Sandra Reaves-Phillips. Classificação 18 anos.

28/07 – Chicago (EUA, 2002 15h –– 140 min)
Após matar seu marido, Velma Kelly, uma famosa dançarina da boate se vê na seleta lista de assassinas de Chicago, controlada por Billy Flynn, um advogado renomado que visa se aproveitar ao máximo dessa situação. O assassinato faz com que Velma se torne uma grande atração do showbizz, ao mesmo tempo, em que Roxie Hart, uma aspirante a cantora também sonha com estrelado. Porém o seu destino acaba se equiparando com o de Velma e levando Flynn a adiar ao máximo o julgamento de suas clientes para explorar ao máximo os dois assassinatos nos jornais, enquanto fica lançada a sorte para saber qual das duas será a maior celebridade do mundo artístico. O filme conta com elenco Catherine Zeta-Jones, Renée Zellweger, Richard Gere, Queen Latifah e direção de Rob Marshall. Classificação 12 anos.

28/07 – 19h 30 – Paris Vive à Meia-Noite (EUA/ França, 1961- 68 min)
O filme estrado por Paul Newman, Sidnei Poitier e Joanne Woodwarde com participação especial de Louis Armstrong, traz a estória de dois músicos de jazz americano Ram Bowen e Eddie Cook, que resolvem ir à Paris para tentar a sorte. No entanto duas jovens moças americanas irão colocar esses rapazes em xeque entre voltar aos Estados Unidos ou seguir a carreira musical e seu estilo de vida. O filme datado em 1961, indaga também questões que se tornaram pertinentes nas décadas seguintes no cenário sociopolítico americano. O filme tem a direção de Martin Ritt. Classificação 14 anos.

29/07- 15h – All That Jazz – O Show Deve Continuar” (EUA, 1979 – 118 min)
Após sofrer um enfarte, o mulherengo coreógrafo e diretor de cinema, Joe Gibeon está com a vida por um fio, enquanto relembrar os momentos de sua vida como números musicais, na qual se vê sua atenção disputada por quatro mulheres: sua namorada, sua ex-esposa, sua filha e a morte, que vem personificada em uma loira vestida de branco e com um papo realmente intrigante. O filme traz no elenco Keith Gordon, CCH Pounder, Wallace Shawn e direção deBob Fosse. A classificação é 14 anos.

29/07 – 19h 30 – “O Ocaso de uma estrela” – (EUA, 1972 – 138 min)
No sonho de se tornar uma estrela do jazz, Billie Holiday passou por verdadeiros desafios em sua vida, indo desde a infância difícil trabalhando como faxineira, até ser prostituta em um bordel. O sonho ganha forma quando assina um contrato em um clube do Harlem de onde começa a ganhar público e o mundo, mostrando que o seu talento tomou lugar das tragédias do passado.   Para contar essa história estão no elenco nomes como Diana Ross, Billy Dee Williams, Richard Pryor sob a direção de Sidney J. Furie. A classificação é 18 anos.

30/07 – 15h – Sing: Quem canta seus males espantas (EUA, 2016 – 108 min)
A animação que fez sucesso no verão deste ano, traz a estória de um empolgado coala que resolve promover um concurso musical que a fim de alavancar o movimento de seu teatro, trazendo ao palco diversos estilos musicais na voz de uma bicharada que fará de tudo para embolsar o prêmio de 100 mil dólares e mais os 15 minutos de fama. O filme tem direção de C. Lourdett e G. Jennings, com vozes no Brasil de Mariana Ximenes, Fiuk e Wanessa Camargo. Classificação Livre.

30/07 – 18h – Bird (EUA, 1972 – 138 min)
O filme que tem a direção de Clint Eastwood, traz a biografia de um dos maiores ícones do jazz americano Charles “Bird” Parker: e sua conturbada vida com as drogas, amores e a música. Para contar essa história, o filme conta com elenco formado por nomes como Forest Whitaker, Diane Venora, Michael Zelniker. Classificação 18 anos.