publico-adwords publico-face

Campos do Jordão, 21 de janeiro de 2017.

out
22
2007

Música Regional Moderna e a Magia do Circo na Agenda Cultural

por: - Atualizado: 22/10/2007 12:17
Na próxima noite de sábado o Auditório Cláudio Santoro, em Campos do Jordão, recebe o grupo Feijão de Corda, que tocará música regional com um tempero moderno. E no domingo pela manhã o espetáculo Circo Navegador mostra ao público um pouco da magia e fantasia do universo circense.

Feijão de CordaNa próxima noite de sábado o Auditório Cláudio Santoro, em Campos do Jordão, recebe o grupo Feijão de Corda, que tocará música regional com um tempero moderno. E no domingo pela manhã o espetáculo Circo Navegador mostra ao público um pouco da magia e fantasia do universo circense, com muita música e dança.

Confira a agenda cultural deste final de semana na serra:

Feijão de Corda
Este grupo reúne jovens instrumentistas com o objetivo de fazer a transição entre o legado musical da música brasileira e os dias atuais.

Com composições modernas e releituras, o grupo faz uma ligação entre diferentes períodos, utilizando a música nacional como ponto de partida, extraindo toda riqueza de sua inspiração.

Com uma formação versátil – com guitarra, contra baixo, bateria, saxofone e piano – o grupo soma diferentes escolas musicais, que juntas colaboram para a difusão e manutenção da música nacional.

O quinteto é formado por músicos jovens com qualidade de solistas, e apresenta desta forma virtudes raramente encontradas em conjuntos musicais à moda de regionais.

A receita do feijão de corda será apresentada neste sábado, dia 27 de fevereiro às 21h00 no Auditório Cláudio Santoro.

Ingressos
R$ 5,00 (inteira)
R$ 2,50 (meia)
Mais informações
(12) 3662-2334

Circo Navegador
Em alto e bom som o espetáculo é anunciado com muito vigor e virtuosismo por um apresentador que faz uma releitura dos apresentadores de circo tradicional. O elenco apresenta um número clássico de bailado, com forte influência da dança contemporânea e acrobacia. Os artistas demonstram suas habilidades ao público num misto de virtuosismo com situações irreverentes e bem humoradas.

O narrador, uma espécie de ser exótico vindo de uma nação desconhecida, narra a fábula de maneira descontinuada, valendo-se da dança e do canto, e dá ao público sutis informações que sugerem a trajetória do espetáculo, mas sempre propondo a escolha de caminhos e a dúvida do destino desta viagem.

Em meio à névoa e ao fogo surgem figuras estranhas, “brutalizadas”, uma mistura de seres humanos com répteis e insetos. Estes seres se movimentam de forma rasteira e se relacionam com o espaço descobrindo-o a cada gesto. Fazem evoluções espetaculares que mesclam acrobacia, artes marciais, capoeira, malabarismo e dança contemporânea.

Em meio a esta variedade de personagens surge novamente o narrador-apresentador, e com tom surrealista situa a platéia e a conduz na viagem da transformação dessas criaturas grotescas em anjos.

Surge na cena um elemento mágico que desencadeia a transformação destes seres… uma bola, que quanto aberta, revela-se transformadora dos que a desvendaram, dela sai uma luz capaz de sutilizar o comportamento e as ações dos que por ela forem tocados. Todos os personagens do espetáculo o desejam e disputam.

A sublimação dos personagens é apresentada na transformação do gestual. Eles se libertam de suas cascas (figurinos) e transcendem o padrão de comportamento da maioria, demonstrando a sutilização por meio de habilidades circenses e encantando a platéia com a possibilidade do vôo, do equilíbrio, do domínio da gravidade e do humor.

O objeto mágico é conduzido ou conduz a trama e a partir da luz que ele emana sugere a mudança de comportamento.

Ingressos
Adulto
R$ 5,00 (inteira)
R$ 2,50 (meia)

Infantil
R$ 2,00 (inteira)
R$ 1,00 (meia)

Mais informações
(12) 3662-2334