publico-adwords publico-face

Campos do Jordão, 23 de outubro de 2017.

maio
03
2005

Novidades de Urologia são discutidas em Jornada em Campos do Jordão

por: - Atualizado: 03/05/2005 00:00
Acontecerá nos próximos dias 5, 6, 7 e 8, em Campos do Jordão, IX Jornada Paulista de Urologia, promovido pela Sociedade Brasileira de Urologia – Seção São Paulo, o evento será no Campos do Jordão Convention Center, em Capivari. O … Continua

Acontecerá nos próximos dias 5, 6, 7 e 8, em Campos do Jordão, IX Jornada Paulista de Urologia, promovido pela Sociedade Brasileira de Urologia – Seção São Paulo, o evento será no Campos do Jordão Convention Center, em Capivari. O local conta com uma estrutura de 7.000 m2 de área multifuncional e capacidade para até 2.500 pessoas, com espaços moduláveis para atender todas as necessidades da urologia.

Além de toda programação teórica envolvida no projeto, os congressistas participarão ainda de atividades como happy-Hour de queijos e vinhos, e uma solenidade de abertura no Auditório Cláudio Santoro. O congresso agendou ainda programação para os acompanhantes como passeios, shows de dança e aula de gastronomia. O encontro não abordará somente assuntos tipicamente masculinos, mas também temas do universo feminino e de pediatria entre outros como:

“Marcapasso” para corrigir incontinência urinária em mulheres. O “marcapasso” de bexiga é um equipamento que emite corrente elétrica e devolve à mulher o controle do ato de urinar. Adotado na Europa e nos Estados Unidos, o neuromodulador, como é chamado pelos urologistas, é indicado às mulheres com incontinência por urgência (vontade de urinar a todo instante) que não respondem ou não se adaptam ao tratamento à base de medicamentos. (Dr. Luis Augusto Seabra Rios, presidente da comissão científica do evento, médico do Hospital do Servidor Público Estadual em São Paulo).

Interface urologia e cardiologia. Médicos das duas especialidades discutirão aspectos como:

-Adisfunção erétil é mais freqüente nos cardiopatas;

– Uma das causas da disfunção erétil pode ter sua origem em doenças vasculares como a aterosclerose, que pode comprometer o fluxo sangüíneo adequado e necessário para se obter uma ereção;

– A disfunção erétil pode ser causa secundária do tratamento de distúrbios cardiológicos, comoo uso de medicamento para o controle da hipertensão arterial. (Dr. Aguinaldo César Nardi, presidente da SBU/SP, médico do Hospital da USP de Bauru/SP)

O futuro do PSA como marcador do câncer de próstata. O câncer de próstata é a segunda causa de morte de homens, superado apenas pelo câncer de pulmão. Os meios para redução da incidência da doença são o exame clínico da próstata (toque retal) e a análise do PSA (Antígeno Prostático Específico). Estudos recentes sobre moléculas derivadas do PSA deverão indicar maneiras para detectar com maior precisão o câncer de próstata e, especialmente, as formas mais agressivas da doença.(Dr. Valdemar Ortiz, médico da Universidade Federal de São Paulo/Unifesp + dr. Renato Costa, médico do Hospital Amaral Carvalho, de Jaú/SP).

O uropediatra Mauricio Hachul, também da Unifesp, vai abordar o tema “fimose” (opções de tratamento e estudo realizado com cerca de 350 crianças que mostra que o tratamento da fimose realizado com o uso de uma pomada pode evitar a cirurgia).

As inscrições já estão encerradas, mais informações no site:

http://www.sbu-sp.org.br/ixjornada/