publico-adwords publico-face

Campos do Jordão, 22 de janeiro de 2017.

jul
29
2010

Orquestra Acadêmica encerra o Festival de Inverno 2010

por: - Atualizado: 29/07/2010 17:15
Estudantes do Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão tocam em concertos no Auditório Claudio Santoro, na Praça do Capivari e na Sala São Paulo

Oruquestra do FestivalA Orquestra do Festival encerra oficialmente o 41º Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão “Dr. Luís Arrobas Martins” com uma série de três apresentações: dia 30, no Auditório Claudio Santoro, dia 31, na Praça do Capivari e dia 1º (domingo), na Sala São Paulo.

Sob a regência dos maestros Yan Pascal Tortelier e Claudio Cruz, o corpo formado por 113 bolsistas dos cursos de instrumentos da temporada executa, em todos os concertos, As quatro estações portenhas, de Astor Piazzolla, e O pássaro de fogo, versão 1945, de Igor Stravinsky.

A Orquestra do Festival é formada durante a última quinzena do evento e se prepara para esse encerramento em ensaios diários no Preventório Santa Clara, em Campos do Jordão, acompanhados pelos professores dos cursos de instrumento do Festival. Esses bolsistas já vêm se apresentando em formações de câmara em diversas apresentações da programação do mês de julho, muitas vezes acompanhando músicos de prestígio internacional nos palcos do Festival.

Sua apresentação no fim do Festival conclui o trabalho de imersão em música com grandes professores e também traz a premiação dos melhores bolsistas brasileiros. São cinco premiações: além do tradicional Prêmio Eleazar de Carvalho, que concede uma bolsa de estudos no exterior (no valor de R$ 48 mil) ao jovem músico de maior destaque, o Festival inaugura o Prêmio Ayrton Pinto, que oferecerá quatro premiações de R$ 8 mil aos melhores bolsistas por categoria de instrumentos. O prêmio Camargo Guarnieri (R$ 15 mil), oferecido pelo Festival para os bolsistas de composição, foi anunciado no dia 18 de julho, no Auditório Claudio Santoro.

Acompanhe últimos concertos deste Festival
No último fim-de-semana do Festival, também acontecem as apresentações da Camerata Aberta, especialistas nas mais modernas técnicas instrumentais, com a Osesp, dia 30 (sexta-feira), na Sala Paulo, e dia 31 (sábado), no Auditório Claudio Santoro, em Campos do Jordão.

A abertura do concerto fica por conta da Camerata Aberta, que interpreta A História do Soldado, de Stravinsky, em formação camerística para seis instrumentos. Na segunda parte da noite, a Osesp sobe ao palco para executar a Sinfonia nº 2, de Rachmaninov.

Os dois dias finais do Festival também são marcados por apresentações de câmara e solo: na sexta-feira (30), um grupo formado por bolsistas de piano do Festival faz um recital na Igreja Nossa Senhora da Saúde às 15h30. Às 17h, músicos como Paulo Álvares, Washington Barella, Ricardo Ballestero, Horácio Schaeffer e Horácio Gouveia tocam em formações de câmara na Capela do Palácio Boa Vista.

Sábado é marcado pela apresentação da Orquestra do Festival às 12h30 na Praça do Capivari, mas também pelo concerto da Orquestra Sinfônica do Conservatório de Tatuí, com regência de Wagner Polistchuk, às 16h, no mesmo local. Para os apaixonados por violão, Fábio Zanon faz uma apresentação imperdível às 17h na Capela do Palácio Boa Vista.

Programação da última semana de julho em Campos do Jordão