publico-adwords publico-face

Campos do Jordão, 20 de agosto de 2017.

ago
01
2011

Paraguaia Verônica Cepede Conquista Mastercard Tennis Cup 2011

por: - Atualizado: 01/08/2011 15:55
Verônica Cepede Royg derrotou a venezuelana Adriana Perez, em Campos do Jordão e conquistou o primeiro título de Challenger da carreira

Veronica Cepede RoygA paraguaia Verônica Cepede Royg conquistou neste domingo o título da 11ª edição da MasterCard Tennis Cup, em Campos do Jordão. Cabeça-de-chave 3, ela derrotou a venezuelana Adriana Perez, por 7/6(4) 7/5 , ganhou um cheque de US$ 2,940 e marcou 50 pontos no ranking mundial.  A competição prossegue até o dia 06 de agosto, com os jogos da ATP e entrada gratuita no Campos do Jordão Tênis Clube.

Com apenas 19 anos, e ex-10 do mundo no ranking juvenil, Cepede conquistou o primeiro título de um torneio desta categoria – US$ 25 mil – e comemorou a vitória. “Estou muito feliz. É o primeiro torneio grande que ganho e esses pontos vão me ajudar muito a subir no ranking e a seguir com o meu objetivo de estar entre as melhores do mundo,” disse a paraguaia que integrará a equipe de seu País nos Jogos Pan-americanos de Guadalajara, em outubro, após 1h20 de jogo.

Veronica Cepede Royg“Foi um jogo muito duro, decidido nos detalhes, nós duas estávamos jogando muito bem toda a semana, e estou muito contente porque é a quarta vez que jogo aqui e gosto muito do torneio.”

Cepede também integrou a equipe internacional juvenil no tour europeu de 2009 sob o comando da técnica brasileira Roberta Burzagli, que comemorou a conquista da paraguaia.

Veronica Cepede é a primeira paraguaia a vencer em Campos do Jordão. Na edição passada a campeã foi a argentina Aranza Salut, que tem outras duas conterrâneas na galeria de vencedoras- Jorgelina Cravero em 2008 e Maria José Argeri em 2006. Além delas, o troféu já ficou com uma boliviana, duas holandesas, uma portuguesa e três brasileiras: Maria Fernanda Alves em 2004 e 2005 e Teliana Pereira em 2007. Adriana Perez, de 18 anos, lamentou a derrota, mas levou para casa um cheque de US$ 1,666 e marcou 34 pontos na WTA, confirmando a ascensão da nova geração do tênis sul-americano feminino.
 
 
Fotos: João Pires