publico-adwords publico-face

Campos do Jordão, 24 de maio de 2017.

set
28
2006

Prefeitura de Campos do Jordão pretende estimular fruticultura

por: - Atualizado: 28/09/2006 09:03
A Prefeitura de Campos do Jordão iniciou um programa de estímulo a fruticultura com o objetivo de gerar empregos na zona rural e incrementar a atividade turística nas propriedades.

A Prefeitura de Campos do Jordão iniciou um programa de estímulo a fruticultura com o objetivo de gerar empregos na zona rural e incrementar a atividade turística nas propriedades.

A meta é atingir cerca de 300 proprietários de áreas iguais ou superiores a 5.000 metros quadrados, com a doação de mudas, insumos e apoio de técnicos agrícolas. Entre as culturas estão as de amora, framboesa e mirtilo.

“Este projeto faz parte de um plano de médio prazo com o objetivo de mudar as atividades turísticas do município. Buscamos um turismo mais sustentável”, disse o secretário de Meio Ambiente de Campos, Rodrigo Veraldi Ismael.

Segundo ele, a idéia é restaurar a vocação do município para a fruticultura, um dos pontos fortes entre os anos 50 e 70. “Estamos estimulando aqueles que têm áreas ociosas para gerar emprego e fazer um plano de fundo para o agroturismo”, disse.

Para o secretário, a produção de frutas pode agregar valor a outros produtos, como geléias e destilados.

“Cada hectare de área plantada de framboesa gera até 15 toneladas de produção, vendida ao preço médio de R$ 20 o quilo. São R$ 300 mil de receita bruta, com custo entre 40% a 50% do valor total”, disse.