publico-adwords publico-face

Campos do Jordão, 27 de maio de 2017.

set
27
2007

Viaja Mais Melhor Idade foi apresentado em Campos

por: - Atualizado: 27/09/2007 16:36
A coordenadora geral do Ministério do Turismo, Jurema Monteiro, esteve em Campos do Jordão na quarta-feira, 19 de setembro, apresentando o projeto Viaja Mais Melhor Idade, visando o treinamento e orientação aos profissionais de turismo.

Viaja MaisA coordenadora geral do Ministério do Turismo, Jurema Monteiro, esteve em Campos do Jordão na quarta-feira, 19 de setembro, apresentando o projeto Viaja Mais Melhor Idade, visando o treinamento e orientação aos profissionais de turismo. O objetivo é melhorar a eficiência e qualidade dos serviços prestados aos turistas da melhor idade nas cidades incluídas no programa, que oferece saídas de Brasília e de São Paulo para 30 destinos turísticos de todas as regiões do país.

Representantes do Governo do Estado, Prefeituras, e agências de viagens e hotéis participaram do evento realizado no Centro Universitário Senac. Segundo informações do Ministério do Turismo, Já foram treinados 300 agentes de turismo, 160 operadores e mais 600 pessoas, entre técnicos de órgãos oficiais de turismo, lideranças do turismo regional, empresas de receptivo e fornecedores de serviços turísticos, mas a meta é atingir 1.600 profissionais.

O projeto Viaja Mais é considerado uma das vias de inclusão social, visada pela Presidência da República. A iniciativa foi criada para promover viagens para grupos dentro do Brasil, aproveitando a época de baixa temporada. “Existe baixa ocupação no turismo do Brasil o ano todo, principalmente nas chamadas épocas de baixa temporada, consideradas de março a maio e de agosto a novembro”, explicou a coordenadora.

Inicialmente o projeto será voltado para a terceira idade, mas outros grupos serão formados, incluindo estudantes, trabalhadores na ativa, entre outros.

O Viaja Mais Melhor Idade é voltado para os cerca de 17 milhões de brasileiros com 60 anos ou mais, além de aposentados e pensionistas. O projeto foi criado com base em estudos de ações semelhantes já realizadas em países como Espanha, França e Chile. “A sazonalidade é hoje o maior desafio do turismo no Brasil”, garantiu Jurema Monteiro. “Sabemos que 70% das viagens de lazer no Brasil estão concentradas em três meses: dezembro, janeiro e julho. O grupo da terceira idade é o que tem disponibilidade de viagem o ano todo e, com ele, fortaleceremos o turismo interno em todas as temporadas”.

Além dos preços mais acessíveis, o Viaja Mais proporciona destinos mais tranqüilos – e por isso garantia de melhor atendimento ao turista – e estimula a qualificação dos equipamentos e serviços turísticos, o ano todo. “Normalmente os juros giram em torno de 2,7% ao mês. Com este programa, não passarão de 1%”, informou a coordenadora.

Circuito Mantiqueira
O presidente do Campos do Jordão e Região Convention & Visitors Bureau, Hans Otto Taube, participou do cerimonial de abertura do seminário, ao lado do prefeito de Campos do Jordão, João Paulo Ismael e do coordenador de Turismo do Estado de São Paulo, José Carlos Melaré. Durante a abertura do evento, Taube lembrou da importância da iniciativa e também aproveitou a oportunidade para apresentar o Circuito Mantiqueira à representante do Ministério do Turismo e aos presentes, por meio de uma revista do circuito, distribuída a todos.

Este circuito é um dos que foram criados no Estado de São Paulo, seguindo o conceito de desenvolvimento turístico por meio da colaboração e união de municípios com atrativos e localização em comum, visando incrementar o turismo regional.

Pindamonhangaba, São José dos Campos (São Francisco Xavier), Campos do Jordão, Santo Antônio do Pinhal, São Bento do Sapucaí, Monteiro Lobato e Piquete, são as cidades que fazem parte do Circuito que tem o Convention e Visitors Bureau de Campos do Jordão como órgão gestor. “Em comum estas cidades tem as belezas naturais, o clima agradável da Serra da Mantiqueira, com suas trilhas e cachoeiras, picos elevados e paisagens singulares. Além do turismo de lazer e eventos, temos todas as possibilidades para explorarmos a vocação desta região para o turismo ecológico, de aventura, rural, cultural e histórico”, frisou Taube.

Todos os presentes se mostraram muito interessados em desenvolver o projeto Viaja Mais em suas cidades e agências de viagens. Uma delas, a diretora de turismo de Pindamonhangaba, Rebeca Guaragna Guedes, disse que o projeto é positivo e a melhor idade é um grupo muito interessante para o turismo de sua cidade. “Nas próximas semanas, iniciaremos um estudo em Pinda para adequar nossos equipamentos e serviços turísticos e entrarmos no Viaja Mais”, informou a diretora.