publico-adwords publico-face

Campos do Jordão, 23 de outubro de 2019.

dez
08
2009

Bondinho e Estrada de Ferro

por: - Atualizado: 25/09/2019 15:38
De grande importância histórica para a cidade, a Estrada de Ferro de Campos do Jordão nasceu, no início do século passado, da necessidade de se levar pessoas que sofriam de doenças respiratórias à cura, no clima propício das montanhas de Campos.

bondinho-de-campos-do-jordaoDe grande importância histórica para a cidade, a Estrada de Ferro de Campos do Jordão nasceu, no início do século passado, da necessidade de se levar pessoas que sofriam de doenças respiratórias à cura, no clima propício das montanhas de Campos.

Hoje a Estrada é uma alternativa turística para conhecer as belezas da Serra da Mantiqueira. Sua característica obedece a uma arquitetura que se mantém inalterada desde 1910, ano de sua construção, formando um conjunto harmonioso, típico das ferrovias do passado.

A partir de Campos do Jordão é possível fazer um passeio pelas principais vilas da cidade: Capivari, Jaguaribe e Abernéssia, num percurso de 4 quilômetros. O passeio se dá através do bondinho urbano (conhecido como camarão), uma simpática e charmosa máquina em estilo inglês, que proporciona a oportunidade de apreciar imagens de um ponto de vista exclusivo, entre as duas principais e mais arborizadas avenidas de Campos.

Outra opção é seguir os trilhos centenários até a cidade de Santo Antônio do Pinhal. Você poderá desbravar a Serra da Mantiqueira em um passeio maravilhoso, que passa por locais em que a natureza ainda está intocada e seu acesso acontece somente através da Estrada de Ferro. Este passeio inclui o Vale do Lageado, onde alcança o ponto mais alto das ferrovias do Brasil.
Leia matéria completa sobre o Passeio de trem de Campos do Jordão à Santo Antonio do Pinhal.

bondinho-de-campos-do-jordaoA estrada de Ferro liga Campos do Jordão à cidade de Pindamonhangaba, na região do Vale do Paraíba, de onde também parte um passeio de ida e volta que passa por Santo Antônio do Pinhal chegando à Campos.

A construção da Estrada de Ferro iniciou no ano de 1910, idealizada pelo médico sanitarista Emílio Marcondes Ribas, apoiado pelo Dr. Victor Godinho. As antigas máquinas à vapor levavam até 12 horas para completar o trajeto de 47 quilômetros de trilhos de Pindamonhangaba à Campos do Jordão. Hoje as máquinas são movidas a energia elétrica, mas a maior parte da tecnologia utilizada no início do século perdura até hoje, conservando o estilo e romantismo antigo.

Bondinho Urbano (nos limites da cidade)

Horário de Funcionamento: 10:00; 11:00; 12:00;13:00; 14:00; 15:00;16:00 e 17:00 horas.
Passagem: R$ 16,00 – passeio de Bondinho Urbano (até de 5 anos não paga)

Bondinho até a Parada são Cristóvão


Horário de funcionamento:10:00; 13:00 e 16:00 horas
Passagem: R$ 16,00 – passeio de Bondinho Urbano (até de 5 anos não paga)

Maria Fumaça

Horário de Funcionamento na Sexta-feira: 13:00, 15:00 e 17:00 horas
Horário de Funcionamento no Sábado e Domingo: 11:00, 13:00, 15:00 e 17:00 horas
Passagem: R$ 23,00

bondinho-campos-do-jordaoMais informações e agendamentos
(12) 3663-1531
(12) 3663-1560

Endereço
Avenida Emílio Ribas – Vila Capivari