publico-adwords publico-face

Campos do Jordão, 28 de março de 2017.

dez
09
2009

Complexo Pedra do Baú

por: - Atualizado: 08/07/2016 10:41
Algo de espetacular acontece na vida de quem visita a Pedra do Baú. Mesmo sem praticar qualquer dos esportes radicais lá presentes, uma simples subida ao Baúzinho ou à própria Pedra do Baú e ver o mundo ate onde a vista alcança já vale a pena!

pedra-do-bau-campos-do-jordao-04Com altitude de 1.950 metros o Complexo do Baú é uma enorme formação rochosa que compõe um dos principais cartões postais de Campos do Jordão.

Localizada na Cidade de São Bento do Sapucaí, o melhor acesso se dá por Campos, onde milhares de turistas seguem para conhecer esta maravilhosa atração turística.

O complexo é formado por três rochas: a Pedra do Baú, a maior e mais alta pedra com 1.950 metros de altitude; O Bauzinho com 1.760 metros; e a Ana Chata com 1.670 metros de altitude. Estas duas últimas localizadas ao redor da principal.

Por Campos do Jordão é possível chegar tranqüilamente de carro ao Bauzinho, sendo possível alcançar a sua parte mais íngreme com facilidade.

Seguindo as placas na estrada da Campista chega-se na rua de terra que leva a Pedra do Baú, onde no final um platô com placas indicativas mostram uma pequena trilha para o Bauzinho. De lá é possível avistar a pedra maior, apontada bem de frente, com seu grande paredão rochoso, que enche os olhos a todo instante.

pedra-do-bau-campos-do-jordao-02Para os mais aventureiros, é possível subir ao topo da pedra maior, por uma outra trilha que demora em média uma hora e meia de caminhada na mata. Logo após encontram-se as escadas de ferro e vergalhões cravados nas pedras. A partir deste ponto a adrenalina fica mais forte, pois o trajeto é feito por meio de escalada nos paredões estreitos da rocha, que exige certo preparo físico e muita coragem dos visitantes. Recomenda-se que este passeio a pedra maior do Baú seja conduzida por guias capacitados, que conhecem bem as trilhas e as escadas que levam ao cume.

No ponto mais alto da Pedra os visitantes podem andar em sua base, apreciando uma visão espetacular. É possível ver de um lado boa parte da serra de Campos do Jordão, e de outro as lindas montanhas de Minas Gerais. Na ponta da Pedra do Baú vê-se um enorme precipício de granito, capaz de dar vertigem a qualquer pessoa.

A pedra Ana Chata fica no meio da trilha para a Pedra do Baú e pode ser vista, em alguns ângulos da estrada, entre a Pedra do Baú e a Pedrinha.

pedra-do-bau-campos-do-jordaoA primeira subida ao topo da Pedra do Baú ocorreu em 20 de agosto de 1940, quando os irmãos Cortez conseguiram esta difícil tarefa. Graças a eles os visitantes conseguem subir, por meio de escada de ferro fixado na rocha, empreendida pelo Dr. Luiz Dummont Villares por 10 anos. Empreendeu também uma casa no topo da pedra feita de tijolos, telhado de cobre e bem servida de água, pois havia compartimentos para receber e armazenar águas da chuva; construída por Floriano Rodrigues Pinheiro, para pernoite de alpinistas. A casa que ficava no topo foi destruída por ação de vandalismo, mas ainda é possível ver sua fundação.

Pela cidade de São Bento do Sapucaí existe também um caminho para a Pedra do Baú, que exige ainda mais destreza na escalada. A prática de rapel e alpinismo também são bastante comuns no local, em que os esportistas encontram diversos terrenos para esportes radicais.

 

Entrada
Entrada franca – passeio público

Como chegar
Siga sentido a Vila Capivari, o Centro Turístico da cidade. Chegando em Vila Jaguaribe, faça o contorno à esquerda em frente ao Supermercado Roma, seguindo sentido a Fábrica de Chocolates Araucária. Passando a ponte, localizada próximo ao Estádio Municipal, siga a rua à esquerda, conhecida como Estrada da Campista. Nesta estrada há placas que indicam o caminho que leva até a Pedra do Baú.