publico-adwords publico-face

Campos do Jordão, 17 de agosto de 2017.

O Solo de Campos do Jordão

por: - Atualizado: 16/08/2016 15:31
O Planalto de Campos do Jordão localiza-se na Região de Dobramentos Sudeste, que integra rochas geradas no Ciclo Brasiliano. Saiba tudo sobre o solo local.

O Planalto de Campos do Jordão localiza-se na Região de Dobramentos Sudeste, a qual integra rochas geradas no Ciclo Brasiliano e, fracionadamente, consequentes do retrabalhamento de rochas mais antigas. Os litotipos mais conhecidos da região são: gnaisses, granitos, biotita xistos, quartzitos, migmatitos e metassedimentos da formação do Pico de Itapeva.

No alto do Vale do Paraíba, o granito grosso apresenta-se em grandes lajeados, em lombadas lisas ou em aglomerados com tamanhos e formas bem particulares.

Na área setentrional de Campos do Jordão, aparece um xisto micáceo muito fragmentado e com camadas verticais. Esse xisto fica acima do granito.

Na base das montanhas, onde não há arborização, o quartzo branco cobre o solo em larga extensão, em fragmentos angulosos e miúdos.

Já no modesto Vale dos Pilões, o granito aparece em grandes dorsos, sendo possível sua apreciação em lombas negras e lisas; mais adiante, visualiza-se em escarpa aprumada, sob camadas de quartzito.

Mais ao Sul, ainda na margem do Planalto, o granito aparece em grande com frequência, e levanta cabeços redondos e peculiares nas cabeceiras do Piagui.

A Pedra do Baú e os seguidos contrafortes que a integram, dividindo os modestos vales do Capivari, do Jaú, do Pirangussu, Vargem Grande e do Baú, são ainda de granito ou gnaisse granitoide, que então formam os pontos mais altos do local.

É comum ver também as cangas, rochas ferruginosas como os conglomerados tenros, compostos de massas de minério de ferro, associadas por um cimento de limonito.

Geralmente, as águas são límpidas, leves, doces e salutíferas, existindo águas minerais. Campos do Jordão integra o complexo cristalino da Mantiqueira. Em sentido paleontológico, a área é pré-cambriana (arqueano); o solo é muito calcinado e não os minérios não são encontrados facilmente.

Em alguns locais, encontra-se o ferro, grafite e o ouro, o qual outrora foi explorado nas margens dos córregos Alegre e do Santo Antônio, que afluem para o Sapucaí.

Seus recursos minerais são compostos pelas jazidas de dolomito, bauxita, granada, gnaisse, granito e caulim.

Com formatos fisionômicos diferentes, duas unidades de paisagem foram observadas no Planalto de Campos do Jordão: o geossistema dos altos campos e o geossistema serrano.

Cada um desses geossistemas apresenta variabilidades relacionadas especialmente a distinções do substrato e ao nível de dissecação do relevo. No geossistema dos campos mais altos, segmentam-se três unidades: os campos do Jordão, do Serrano e de São Francisco.

A redução da atividade morfogenética e alteração nos processos de vertente é registrada pelas sequências coluviais com paleossolos alternados, que acontecem especialmente no terço inferior dos “dorsos”, e pelos sedimentos das depressões da base dos anfiteatros.

Dados Gerais

Dados Gerais

Campos do Jordão está a 167 km de São Paulo (cidade), 350 km do Rio de Janeiro (cidade)...

Hino da Cidade

Hino da Cidade

Aprenda a cantar o Hino de Campos do Jordão, oficializado pela lei municipal nº 291, de...

O clima de Campos do Jordão

O clima de Campos do Jordão

Saiba tudo sobre o clima de Campos do Jordão, considerado o melhor do mundo em um Congre...

Dicas de Viagem

Dicas de Viagem

Campos do Jordão é uma cidade para se visitar o ano todo, o frio é o grande atrativo e é...